1906

1906

sábado, 28 de setembro de 2019

Silas: boa sorte

O mister que se segue é o Silas. Foi tão bonita e sentimental a apresentação do presidente Varandas, a explicar que viu Silas nos festejos em 2002, no nosso último campeonato ganho.

Acho que o presidente fez bem, apelar ao coração dos adeptos para tentar ter mais paciência com o treinador, e com ele também. Se a direção continuar com "pontaria" daqui a dois meses estamos a começar a quarta pré-época.
  
Desde de Setembro de 2018, estava Peseiro (até a escrever nome me custa), Tiago Fernandes, Keiser, Leonel Pontes e agora Silas. Se eu ainda consigo fazer contas, isto dá cinco treinadores. Portanto isto vai dar uma média de dois meses e meio para o ex-Belém SAD mostrar que tem valor e acima de tudo cabedal para o desafio que vai encontrar. 

Antes de continuar, quero aqui referir que Silas era a minha escolha já desde o ano passado, mesmo após a vitória da Taça de Portugal.

O que me deixa desconfortável nesta escolha é a data, dia 27 de Setembro, pois o Silas ficou disponível no mesmo dia do Keiser. O presidente Varandas que não venha atirar areia para os olhos dos sportinguistas com o processo de transição do holandês. Todos perceberam que o Leonel Pontes era a pessoa que o presidente Varandas acreditava ser a ideal. Mas se o futebol era mau, ficou ainda mais estranho. E não me venham com histórias, que isto é o Sporting e o nosso orçamento obrigava a vencer o Boavista, Famalicão e Rio Ave. 

A única coisa que espero do Leonel é que continue com o bom trabalho nas camadas jovens para a equipa principal usufrua do talento emergente. 

Para o Silas, eu não sei qual é o esquema que vai utilizar, mas espero que a equipa leve um puxão de orelhas e que se termine com certas divas que apenas e só passam pelo campo. Se for necessário, que se suba os jovens dos sub23 e sem medo se lance talento. 

Segunda-feira é para ganhar. 

SL  

Sem comentários:

Enviar um comentário