1906

1906

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Depois dos festejos.

Quando terminou o jogo a minha alegria era imensa.

A primeira mensagem que recebi foi de um amigo benfiquista a dizer que foi justo e que este ano vai ser dos mais duros.

Não falámos de casos. São demasiados evidentes. Um golo mal anulado para mim, um penalti por marcar para ele. E é isto.

A seguir vieram as preocupações. Se Slimani ficar afastado não temos ninguém parecido. No caso dele, falta o Salvio.

Para os dois, os Semedos, apesar de tempos e situações diferentes de jogo, não estiveram mal.

Quero deixar umas palavras sobre o João Pereira. Já não é o mesmo. Antes era um carregador, descia o corredor cheio de bravura. Está diferente. A mim deu-me segurança, e Esgaio chega bem para o restante campeonato.

O meu amigo estava feliz com Lisandro, tal como eu estou com o Naldo. O brasileiro respondeu bem a este tipo de confronto, nunca inventou apesar de algumas falhas nos cabeceamentos.

João Mário foi um monstro. E disse a Aquilani que vai ter de se esforçar muito. Ruiz é a voz que faltava para a equipa controlar o jogo.

No Benfica, faltou o patrão e que falta ele fez.

Fiquei surpreendido com a capacidade de pressão da equipa. Na mesma minha cabeça, com William isto vai ser muito melhor.

Jorge Jesus, apesar dessa tua capacidade de me irritar, os meninos jogam futebol. Contra o Tondela eu sei que vai ser igual. Porque quem quer ser campeão, joga para ganhar contra todos.

Um pedido ao presidente, renove com o Carrillo. Esta vai ser a última época. Espero que a saída seja pela porta correcta.

Quero terminar com Rui Vitória. Não é pela pré época ou pelo resultado de ontem que o acho menos treinador. Acho que tem talento e agora chegou a um grande. Só peço que não entre no caminho do discurso fácil e que perceba os ataques que são feitos. Já tinha dito, se não fosse o Jorge, era o Rui a minha escolha.

Saudações Leoninas

Sem comentários:

Enviar um comentário