1906

1906

sábado, 13 de junho de 2015

Que tudo esteja preparado.

"A Doyen irá apresentar os testemunhos de Godinho Lopes (antigo presidente do Sporting) e do presidente do FC Porto, Pinto da Costa, como testemunhas a seu favor contra o clube de Alvalade por causa do processo em torno da transferência do argentino Marcos Rojo (Manchester United).

Para além de Godinho Lopes e Pinto da Costa, a Doyen também irá contar com os testemunhos de Pedro Sousa (ex-funcionário do Sporting), Nobre Guedes (ex-dirigente do Sporting), Paulo Gonçalves (assessor jurídico do Benfica), que irá representar Luís Filipe Vieira), Adriano Galliani (administrador-delegado do Milan), Gil Marín (conselheiro-delegado do Atlético Madrid), Florentino Pérez (presidente do Real Madrid) e Monchi (diretor de futebol do Sevilha) fazem parte da lista de testemunhas da Doyen no processo contra o Sporting.
O fundo defende que o emblema leonino tem de pagar 16 milhões de euros em relação à transferência do argentino e a SAD do Sporting alega que a intromissão da Doyen impediu que o valor do negócio não atingisse os 30 milhões de euros, tendo ficado pelos 20 milhões de euros." retirado de abola.pt


Estamos numa fase fundamental para o clube. Avançámos para muitas guerras, mas o braço de ferro com a Doyen é uma das mais importantes, se não mesmo a mais importante. 

Em caso de vitória, o Sporting impõe-se como clube sem medo e que respeita os compromissos, não permitindo que lhe passem a perna. Em caso de derrota, nem quero pensar no peso financeiro que isso vai ter. 

Não compreendo alguns, para não dizer a maioria, sportinguistas. Sejam sinceros, qual era a vossa dúvida sobre a participação de Godinho nesta investigação? Ele era o presidente, foi ele que fez acordo e é fundamental para o fundo que ele vá testemunhar o bom serviço e objectividade da maneira de trabalhar.

Não estava a contar que Pedro Sousa fizesse parte da lista. Tal com Ribeiro Cristóvão, é um nome que me habituei a ouvir pela rádio no acompanhamento aos jogos e na altura quando foi para assessor de imprensa do clube acreditei que a comunicação iria melhorar, mas com tantos problemas as coisas não correram bem. Quero ver qual será o seu papel. 

Os restantes nomes que o jornal Abola avança, são pesos pesados e quero acreditar que o presidente quando avançou com o processo se tenha acautelado para todos eles e todos os argumentos que possam vir a ser utilizados. 

A campanha para o próximo mandato começa quando saírem os resultados deste processo. Ainda agora a época terminou, e os adeptos já estão mais nervosos do que em todo o ano desportivo.

Todos queremos união mas com tantos assuntos, estamos mais preocupados com croquetes ou brunistas, e todos se esquecem qual o seu papel. Ser Sportinguista. 



Saudações Leoninas    

2 comentários:

  1. Não obstante por vezes destilar algum veneno contra o Sporting nos seus comentários, tenho muitas dúvidas que o Ribeiro Cristóvão se disponibilizasse para fazer um papel triste como o que vai fazer o Pedro Sousa. Este está a cuspir no prato onde comeu e de que maneira.

    ResponderEliminar
  2. Também não acredito que o RC o fizesse. Resta esperar pelo final do processo. Confesso estar receoso. SL

    ResponderEliminar