1906

1906

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Hoje, algo diferente.

"Estar no Jamor três anos depois é certamente uma alegria para todos os sportinguistas. Um prémio merecido. A caminhada teve como ponto alto a vitória no Dragão e o Sporting foi superior em todos os jogos a caminho do Jamor. Percebo o inconformismo de Manuel Machado no final, ele que deu uma flash-interview deliciosa. Mas a resposta de Marco Silva não ficou atrás. Aliás, se o futebol jogado não foi o melhor que as duas equipas já mostraram, pelo menos o debate de ideias não defraudou. Em confronto em Alvalade estiveram dois dos mais interessantes técnicos portugueses da actualidade. Um tem já uma carreira que fala por ele, o outro percebe-se bem que tem tudo para chegar longe. Ganhou o que tem a melhor equipa. De forma justa. O futebol agradece. A ambos. O Sporting está de volta ao Jamor. É ao que pode ambicionar. Pedir o título foi um erro. Dizer que se partia na pole position, o delírio. O 3.º lugar e a conquista da Taça é o lugar actual do leão. Mas nas últimas três finais só por uma vez ganhou o grande. E tanto Sp. Braga como Rio Ave têm legítimas ambições a discutir a vitória num só jogo. Pensar que está ganho custará caro. Onde estaria o Sporting com Ewerton desde o início? E sem o capitão Patrício? Pois. Hoje a vida na imprensa não é fácil. As vendas não param de cair, as soluções não são milagrosas e a pressão é grande no dia-a-dia de um jornalista..." (Bernardo Ribeiro, Entrada em Campo in Record)

Hoje retirei o texto do Leoninamente.

O terceiro lugar com a Taça de Portugal é uma época brilhante. E com uma ou outra rectificação, estaríamos mais perto do topo. Foram demasiados empates e várias alterações óbvias.

Espero que a taça seja nossa e que se o Marco Silva ficar, tenha amadurecido e mostre ser um homem sem medos.

Vamos usufruir.

     Saudações Leoninas

PS: sim, algo do Record.

Sem comentários:

Enviar um comentário