1906

1906

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Schalke 04 4 - 3 Sporting (Nani, Adrien x2)

Que vergonha.

Não vou admitir a ninguém que aponte o dedo ao Sporting. Com duas ou três excepções. 

Ficámos hoje a perceber que quem joga em casa na Alemanha, não leva amarelos. Fez um penalti e nem assim levou cartão.

Começámos o jogo a marcar e parecia ser um jogo bem encaminhado, até o Maurício se esquecer que não pode cometer faltas estúpidas e com árbitros INCOMPETENTES. Ficámos reduzidos a dez e logo de seguida sofremos o empate, uma oferta do Rui. 

Para além disto, Slimani saiu lesionado. Preocupante.

Na segunda parte não aguentámos a pressão e sofremos mais um golo. Fora-de-jogo, mais um que passou e deu golo. De bola parada o Schalke 04  fez o terceiro golo.

Quando já não esperávamos mais que esforço total dos nosso jogadores, Carrillo apareceu assumiu. Acelerou e ganhou um penalti, exemplarmente bem convertido por Adrien. 

Era possível. Saltámos todos da cadeira e ninguém ficou sentado. Golo.

Empatámos o jogo. Que exibição. Apesar da expulsão e do desgaste, conseguimos recuperar.

Depois entrou em jogo o problema habitual. O peso das economias, dos pontos da Uefa, do patrocinador. 

Foi marcado um penalti com a bola a bater na cabeça. Foi o árbitro de baliza. O mesmo tipo de homem de apito que há duas semanas atrás marcou um pontapé a onze metros contra o rival do outro lado da cidade. 

Isto já é gozo. Não são erros, são provocações e sinais que nós portugueses não podemos fazer mais. Ou então que o nome do Sporting não tem peso, logo não interessa lutar para passar.

Jogámos mais que os de azul, que mesmo contra dez não massacraram. 

Quero mais uma vez agradecer a Carrilo. Parece finalmente querer mostrar o seu talento.

Perdemos dois pontos por culpa própria, mas hoje não ganhámos um porque não deixaram.

Não vou admitir que ninguém aponte o dedo ao Sporting. Só não percebe as coisas quem não as quer ver. 


Saudações Leoninas  

Sem comentários:

Enviar um comentário