1906

1906

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Sobre o jogo de ontem - parte I

Estamos a atravessar a pior fase da época.

Parece não existir mais ideias de jogo, mas também é preciso ver que a nossa equipa é bastante jovem e são estes percalços que nos fazem crescer.

No inicio da época, éramos mais uma equipa no campeonato que gostava de se qualificar para as competições europeias. Os nossos jogadores quiseram mais. Provocaram arrepios e estamos no topo. 

A maior parte acredita que pode existir uma surpresa. Eu também acho que sim, e podemos garantir o segundo lugar.

Ainda sobre o jogo de ontem, apesar de criarmos perigo, todos vimos uma equipa muito nervosa, que tentou jogar mais e fazer mais, mas algumas coisas não estão a sair bem. Talvez com a entrada de Heldon e Shikabala, exista mais competição nos treinos e isso se transmita para os jogos.

O ano passado fomos uma anedota. Este ano as pessoas estão preocupadas connosco. Festejos nas ruas (pelo menos na minha) após o empate e comentários, no mínimo idiotas, nas redes sociais. Não percebem que é isso que nos ajuda. 

Os Leões estão juntos e isso viu-se mais uma vez, ontem em Alvalade.

Depois temos os problemas do "andebol". Mas isso fica para mais logo.

Já agora, bom dia! 





"Viva o Sporting!!!!!!!!!!!!!"


Saudações Leoninas

4 comentários:

  1. Leonardo Jardim é bom treinador e potenciador do grupo, mas a ler os jogos deixa muito a desejar. O Sporting empatou com o estoril da mesma forma que empata com a académica. Na ânsia de tentar chegar ao golo, emperra a equipa demasiado cedo. Ao tirar uma unidade do meio campo o sporting perdeu, e muito, intensidade no meio campo. Porquê não ter tomates para tirar o Montero e colocar o Slimani. Se é necessário mais presença física na área, esta simples troca garante-o.
    Agora, aos 65min perder o meio campo... contra uma equipa organizada é dar um tiro no pé. Eu teria primeiro feito entrar Slimani por Montero, e depois aos 80min, se ainda não tivesse chegado ao golo, fazia entrar Capel para o lugar de andré martins e convergia o Wilson para o meio (foi nessa posição que marcou ao penafiel). Mas Leonardo insiste em ficar só com duas unidades no meio campo que pouco desequilibram – são mais recuperadores - e como os alas também não são de partir a espinha a ninguém a equipa afoga-se nas defesas mais organizadas… Esta precipitação, esta ânsia de chegar ao golo, que no início do campeonato não existia, está a desequilibrar a equipa, que de facto não é fantástica. É um bom grupo, bem espremido, mas que não dá mais do que isto. Ontem por pouco não caímos no ridículo de perder o jogo. Se Leonardo Jardim tem tido mais calma, talvez a equipa tivesse chegado ao golo. É bom que caiam na realidade ou no próximo domingo vão ser o bombo da festa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo a visão. Mas em Alvalade, com os tais extremos que desequilibrem, dois homens do meio campo são suficiente. São opiniões.

      Eliminar
  2. tudo bem...ms n marcar penalty qd e faz falta tb!

    ResponderEliminar