1906

1906

terça-feira, 7 de maio de 2013

Sobre Domingo...

Arbitragem: O Proença tem que rever as regras em relação aos livre indirectos, e aos directos também. Nada mais a apresentar.


Começamos a pressionar. Trocávamos a bola.

Um belo passe para André Martins, boa recepção e mau remate. A melhor oportunidade da primeira parte. E acabou.

Até ao intervalo foi uma exibição má, de uma equipa que parecia não querer. 

O livre inexistente, que mesmo assim foi marcado, nem considero oportunidade. Rojo a bater a bola? Isso está treinado? Talvez no próximo ano.

Seguindo,

André Martins é quem sabe levar bola, e mesmo assim vai desaparecendo do jogo.
Schaars mesmo vindo de lesão, foi uma nulidade.
Bruma volta a ter culpa de um golo sofrido. Desistiu de um lance e sofremos golo. Tem que voltar a terra. Isto do Manchester está a fazer mal.
Adrien é para sair.
Carrillo fez um remate e...deve ter saído que já não o vi.
Rinaudo sozinho não resulta.
Laterais a zero.
Viola ganha três bolas de cabeça de canto, para atirar ao lado.

Os cantos. Tivemos vários e nada de perigo. Só marcámos dois golos esta época desta maneira. Algo a pensar.


Acima de todas as falhas está a principal e a mais grave.

Todos conhecem o meu Sportinguismo (daí as maiúsculas), estes jogadores desconhecem o que isso é. 

O problema é VONTADE.

Jogámos contra um Paços que quer muito ir jogar na Liga dos Campeões.

Nos próximos dois jogos apanhamos Olhanense  e Beira-Mar que pretendem ficar na 1ª Liga. 

A vontade vai decidir estes jogos. Coração e garra, tácticas é para esquecer.

Os nossos jogadores não sentem. 

Por isso derrotas com Rio Ave, Maritimo, Paços e Estoril. Eles quiseram mais quando nós devíamos querer mais que eles todos juntos.

Desejo que tenham vontade de fazer seis pontos. 


PS: Ontem o Estoril mostrou vontade e empatou. Ninguém esperava. 
Estamos a 4 pontos do Guimarães e a 3 pontos do Estoril. 

Esperança?


Saudações Leoninas 

Sem comentários:

Enviar um comentário