1906

1906

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Sporting 1 - Genk 1

O Eulevezinho esteve a refletir. 

Acreditei em dar algum tempo ao mister belga, perdemos em Setúbal.

Hoje, na bancada MEO 2, sector 28, fila 24, lugar 14.

Ali estava com vontade de ver vencer a equipa. Tinha o pressentimento que hoje as coisas iam correr bem.

Fizemos uma primeira parte miserável, não jogámos nada e não me venham com histórias que estamos melhores.

Deu para ver a falta de vontade, desmarcações, qualidade no passe. Sem meio campo. O Elias a jogar a atrás foi um ZERO. O Schaars lento. 
Se tivessem saido uns dois passes correctos, ao intervalo estava 1-0. Mas não. Voltámos a inventar.

Os jogadores são péssimos. Sim, os mesmos que no ano passado nos deram esperança que com uns retoques as coisas melhoravam. 

Que miseráveis. 

O Schaars com um jogo destes tenta fazer falta já com amarelo???!

O Cédric é um passarinho e aquilo é uma auto-estrada. Porque? Na Académica sofrias mais ataques e jogavas melhor.

Ricky é um palhaço. Como é que se falha um lance de cabeça sozinho, porque se fica a espera que a bolinha caia? Irritas-me. Eu sei que podes dar mais e mesmo assim é isto.

Sinto-me bastante revoltado, e depois de ler declarações como as que cito em baixo, fico pior que estragado:

"Temos progredido, devemos manter-nos neste caminho - Vercauteren", em http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=363219            

Estás a gozar comigo? Não me digas que não estavas a perceber que o Labyad estava sem força.

Por exemplo, o Izmailov se está bem tem de ser titular, se não, nem vale a pena estar no banco.
  
Sr. Vercauteren, não brinque mais. Esteve 20 minutos a falar com Oceano enquanto os adeptos que gastam euros para ir ver a sua equipa, pediam que fizesse algo. 

Não somos nada.  Estou farto de ouvir desculpas. 

Já não são leões, são uns ratos.

E é de falta de gosto enviar o nosso melhor jogador para enfrentar os jornalistas.

Imagem: http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=363217  
 Desculpa Patrício. Tu não merecias esta equipa.


Amigo Pedro de Morais, desculpa, tens razão.
   
 


1 comentário: