1906

1906

domingo, 18 de março de 2012

man city 3 – SPORTING 2


Peço desculpa pelo atraso.

Foi um jogo louco. O nível de sofrimento foi tal, que quando acabou o jogo demorei a acalmar o ritmo cardíaco.

Fui daqueles que quando começou o primeiro jogo pensou no Bayern. Estava desconfiado e com medo de uma goleada. No “intervalo” dos 90 minutos estava 1-0. Depois ouvi e li as entrevistas, senti-me orgulhoso e pensei:

“O Sá Pinto calou-me”

No dia 15 de Março sai do trabalho a apostar que iríamos passar com um empate.
Grande jogo. A entrada na equipa mostrou que não tínhamos medo de ninguém, muito menos de gente que nos tinha desprezado e faltado ao respeito.

Com 0-2 ao intervalo ninguém me calava. A eliminatória era nossa, e o que me deixava aborrecido era o facto de o balotelli (com letra minúscula, tal como a sua personalidade e o seu clube.) ainda estar em campo. Fez o que quis em campo e levou um amarelo depois dos 90 minutos.

 Depois marcaram um, o árbitro cobarde marca penálti e surge o segundo golo e por fim com um ressalto de pura sorte aparece o terceiro.

Até ao fim só respirei quando o bravo Jefréen segurou a bola. No último lance o enorme RUI PATRICIO arruma a casa com um toque e acaba o jogo. Vencemos os milhões.

Eu respeito a equipa do city, é muito boa mas não teve humildade. Também me custa aquela besta do balotelli. É um excelente jogador mas na cabeça só tem porcaria e depois vem queixar-se que é vitima quando ele não merecia terminar 80% dos jogos.

Já agora,
quando Domingos saiu e entrou Sá Pinto não concordei. Mesmo assim disse que se resultasse seria o primeiro a concordar com a alteração.

Hoje,
Muito bem Godinho Lopes. A equipa melhorou e o Sá parece uma pessoa totalmente diferente.

Sem comentários:

Enviar um comentário