1906

1906

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Sporting 2 - Maritimo 3

Enquanto escrevia este texto vi as declarações do treinador Domingos.

O nosso treinador indica que precisa de mais jogadores. Se o Elias já estiver certo já é mais alguém para o meio campo. Agora faltam pelo menos dois reforços. Um defesa central que chegue para jogar a titular e um avançando que realmente faça golos e não passes para o guarda-redes.

Quanto ao jogo,
ontem tivemos mais uma vez a repetição de uma equipa que todos já perceberam que não rende. Obviamente, nós que escrevemos sobre futebol, não estamos presentes nos treinos, mas todos vemos os jogos.
E o mal é que vimos que a equipa que, repetidamente, entra em campo não é capaz de ganhar jogos.

Não podemos jogar com Helder Postiga sozinho na frente, mesmo acompanhado já é em esforço.

Como é possivel Djaló continuar em campo com tantos assobios, perdidas e falta de jeito como tem mostrado?
Este jogador anda sobre lume, treme durante o jogo e tem medo de jogar. Será assim que se ganham jogadores?

Como podemos sofrer dois golos de bola parada sem que os centrais ataquem a bola, e já se esqueceram de colocar alguém no primeiro ou segundo poste?
Tinham-se evitado dois golos.

Os nossos jogadores não atacam as bolas com garra e esta defesa sofre golos (atenção que eu próprio escolhi esta defesa) de forma infantil. O Polga actualmente é o defesa central em melhor forma e eu não consigo perceber se o Carriço anda desmotivado ou se simplesmente não dá mais.

O Rinaudo fica no banco, é o nosso melhor médio, e Schaars joga? Não me levem mal, eu defendo este jogador e acredito ser uma mais valia, mas por agora não está em forma.

E na frente?
Como é que Rubio nunca mais entrou na equipa? Eu percebo quando o Domingos diz que está em adaptação, mas quando os jovens dão mais rendimento têm que entrar!
O Carrilo mostra que poderá ser útil nos poucos minutos em que joga, mas mesmo assim a insistência em jogadores que todos vimos não estarem em boa forma.

O Domingos a falar com os jornalistas indicou ter ficado aborrecido com as atitudes de algus jogadores. Finalmente mister, eu percebo que é necessário defender o grupo e mostrar que acredita nestes homens que vestem a camisola mais bonita, mas está na hora de deixar os paninhos quentes de fora.

Eu não pretendo que Domingos deixe o clube, quero uma equipa forte e capaz. Precisamos de um equipa tranquila e estável para atacar as competições.

Por favor estabilizem, nada de conversas para o exterior e olhem para dentro. Conversem sobre o que está mal, mudem o que está mal e mostrem o bom futebol que sabem e podem mostrar.

Sr. Godinho Lopes, acho bem que faça análises às arbitagens. Também a si faço um pedido, use essa energia para ajudar a equipa a vencer e fale com quem tem que falar para tudo melhorar. Não é só no futebol. Também quero ganhar no Andebol, Futsal, Atletismo e no Hoquei.

Vamos lá.
Aproveitem bem os dias e pensem no que andam a fazer.

1 comentário:

  1. Acabou-se o estado de graça para mim. Blackout total (depois deste comentário).

    Não quero ouvir mais bocas ao Domingo sobre a Paciência, nem ouvir o próprio Paciência. Sempre desejei outro treinador, e não estava errado. Mais uma vez embicámos com um dos casmurros, que não percebe que há jogadores da bola e depois há jogadores de futebol.

    Os da bola, eram os que jogavam comigo num certo beco que conheço, ou nos intervalos do futebol de salão...não me lembro de ver alguns dos jogadores do Sporting por lá, mas acho que por lá passaram e não deixaram saudade, devo tê-los apagado da minha mente, tal como quero apagar o jogo de ontem...e o anterior...e o anterior ao anterior...e assim até à 2ª parte contra a Juventus (não vi a 1ª).

    Chega de "Os que entram são os que acho que dão a melhor resposta", porque se assim fosse não eram substituídos constantemente...chega de "É preciso tempo para adaptação", porque os jogadores das outras equipas adaptam-se à chegada, e falta de inteligência ou garra não pode ser falta de adaptação.

    Como diriam no hino da Galp do último Mundial..."Jogaste mal? Corre mais! Correu mal? Sua mais! Soa mal? 'Tás a mais!"

    E se for para jogar mal, que sejam os melhores a jogar mal, pois assim saberemos que não poderíamos ter feito melhor. Não voltarei a dizer o meu onze ideal depois de hoje. Reafirmo só que gostava de jogar num 4-4-2, em vez do actual 3-2-2 sem ponta-de-lança que ainda não compreendi.

    Onze ideal, com muita pena de não poderem ser 14/15:

    Rui
    Insúa (não sei se é bom, não vai piorar de certeza)
    Polga
    Rodriguez (Na falta, carriço? Ou alguém novo?)
    João Pereira (Até ver. E sem braçadeira, sff)
    Rinaudo
    Capel (Sem Jéffren, Carrilo)
    Jéffren (Sem Jéffren, Capel)
    Izmailov? Matias? (Ainda quero ver Luis Aguiar)
    Na frente qualquer combinação sem Postiga, se não marcarem, pelo menos vêem-se caras "novas".

    Saudações e até ao dia em que jogarmos à bola!

    ResponderEliminar