1906

1906

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Supertaça: FC Porto 2 - Paços de Ferreira 0

Ontem foi dia de supertaça e à terceira final o Porto ganhou o trofeu.
Um jogo que começou virado para a baliza dos dragões, dado que os castores entraram com toda a garra e mostrar que têm equipa para este apesar de todas as trocas que existiram no plantel. A figura central do Paços continua a ser Cristiano.
Depois de oportuidades de golo para os dois lados, surge um golo do Porto na segunda parte caido do céu com uma oferta do guarda-redes Cássio, que tem prejudicado muito a sua equipa com estes "pequenos" erros.
A partir do golo, os dragões dominaram o jogo chegando ao segundo golo com facilidade e não marcou mais porque Cássio redimiu-se com um bom par de defesas.
Gostei muito de dois jogadores, Bellluschi que demonstrou ser um bom sucedor de Lucho, e Varela que é mais um produto leonino que é recuperado por outros clubes.
Também tenho de destacar Farías, que apesar de todas as noticias que dão a sua saida e de outros avançados que chegaram ao Porto, ele continua a marcar e a resolver.

FC Porto: Helton, Fucile, Rolando, Bruno Alves, Álvaro Pereira, Fernando, Belluschi (Farías, 46), Raul Meireles (Guarín, 90), Mariano (Tomás Costa, 74), Hulk, Varela;

Não utilizados: Nuno, Miguel Lopes, Maicon e Valeri;

P. Ferreira: Cássio, Filipe Anunciação (Carlitos, 65), Ricardo, Ozéia (Coelho, 82), Kelly, Jorginho, Leonel Olímpio, Pedrinha (William, 68), Baiano, Romeu Torres, Cristiano;

Não utilizados: Coelho, Maikon, Fábio Pacheco e Leandrinho;

Marcadores: 1-0, Farías (1-0); 2-0, Bruno Alves (89)

Sem comentários:

Enviar um comentário